segunda-feira, 20 de março de 2017

GAVOTTE E VARIAÇÕES DE RAMEAU

             

Aviso: este vídeo não deverá ser ouvido por pessoas apressadas, mas antes por aquelas que se deixam penetrar pela música de Rameau, fruindo cada nota, cada silêncio, como a essência da volúpia. 

Que importa que o compositor tenha escrito isto há mais de 250 anos!? Importa-me que a Natacha Kudritskaya restitua o esplendor e a subtileza desta sequência de variações para usufruto das gerações presentes. O rigoroso fraseado ao piano, na peça composta originalmente para cravo, não desfigura a estética barroca, mas torna as suas belezas mais sensíveis ao ouvido contemporâneo .