quarta-feira, 14 de março de 2018

HOMENAGEM AO HOMEM STEPHEN HAWKING

hawking

Se a ciência é algo internacional, transcultural, fora da esfera dos poderes, por um lado... também é o oposto disso mesmo, por outro. 
Os grandes vultos da ciência são reivindicados por «gregos e troianos», sobretudo quando eles deixaram de ser deste mundo.
Sendo eu muito respeitoso da ciência e admirador das mentes mais brilhantes nos seus diversos domínios, não deixo nunca de sorrir interiormente quando penso no Revolucionário Albert Einstein, no Anarquista Bertrand Russell e no Defensor da Causa Palestiniana, Stephen Hawking. 
É que o lugar deles na ciência já estava completamente firmado, já eram célebres e não diluíram as suas escolhas éticas fundamentais, que adquiriram bem cedo na juventude, ou adolescência. 
Assim, os que se servem da ciência que eles desenvolveram, que usam para a destruição e opressão das pessoas e dos povos, não estão ainda derrotados, infelizmente; porém, estão sem «argumento moral», face aqueles grandes da ciência. 

                        Foto de Pepe Escobar.
                       

Esta é minha homenagem ao Homem Stephen Hawking que, na sua complexidade, mostrou tanta sabedoria, acuidade e lucidez, também no campo das questões políticas e sociais.