quarta-feira, 20 de julho de 2016

[NO PAÍS DOS SONHOS] COLLOQUE SENTIMENTAL - VERLAINE, FÉRRÉ, JAROUSSKY





Não existem fronteiras para o passado 
Somente as que nós colocamos no nosso coração 
A música vem-nos banhar 
com sua atmosfera d'encantamento de eras passadas, 
de ondas vibrantes, ecos d' épocas doiradas, 
magia da infância, p'ra sempre abandonada...

A minha voz fica embargada 
com o sentido profundo da melodia unida às palavras
 entretecidas num poema de nostálgica e sábia meditação.

Serei um náufrago do passado, por opção, 
deliberadamente, neste presente de banalidade, de infinita chateza... 
prefiro os espectros de um passado 
que nunca se foi embora, graças a alguns vultos cimeiros da Arte.